Chuvas acima da média deixa município de Ivinhema em alerta

As fortes chuvas que vêm ocorrendo no município de Ivinhema vem deixando o prefeito Tuta e o secretário de obras em alerta.

O acumulado da chuva que vem ocorrendo no ano 2018 vem passando acima da média no começo deste ano. O coordenador da defesa civil de Ivinhema Paulo Cesar relatou que neste mês de março choveu mais 300 milímetros uma media de 36 milímetros por dia, já no mesmo mês de 2017 registrou uma média de 27 milímetros por dia.

O coordenador da defesa civil explica que são chuvas torrenciais que chegam até 80 milímetros em uma hora provocando fortes enxurradas, nas avenidas e bairros provocando vários danos e danificado as estradas rurais e urbanas, além de deslizamento nas erosões.

O prefeito Tuta vem viabilizando recursos federais e estaduais, para conter e solucionar o problema das enxurradas que ocorrem nas avenidas Panamá e Honduras, além das erosões do córrego Ponta Porã, do córrego  Andorinha e no Distrito de Amandina.

Tuta relata que tem cadastrado mais de 10 milhões em Brasília na Defesa Civil para contenção dos projetos de galerias de águas fluviais e asfalto para o município. “Estamos buscando apoio na nossa bancada federal e estadual, angariando recursos para essas obras emergências”. Temos três erosões emblemáticas que vem tirando o meu sono há vários anos quando ocorrem estas chuvas e por isso que estamos buscando forças para resolver de uma vez por todas esse problema relata Tuta.