Prefeitura lança Plano Diretor participativo de Ivinhema

Na manhã de quinta-feira (27), o Prefeito Tuta assinou o Plano Diretor do município que é um instrumento de ordenamento territorial, aprovado por lei pela Câmara Municipal, que precisa ser revisado no máximo a cada 10 anos.

A partir dele, podemos definir as áreas de expansão urbana, áreas de interesse social, áreas de preservação e demais áreas que necessitem de atenção. Com isso o município consegue prever como acontecerá o adensamento urbano, pode prevenir a especulação imobiliária, reduzir as áreas não utilizadas, e consequentemente usar de forma racional o investimento público.

A cidade deve proporcionar a todos os moradores seus direitos básicos de educação, saúde, transporte público, moradia, saneamento básico, lazer e trabalho, e o plano diretor implanta estratégias para a preservação e melhoria desses direitos.

É de direito de todo o cidadão, participar da revisão do Plano Diretor e é obrigação do município proporcionar o entendimento e assegurar a participação promovendo audiências públicas, divulgando e elencando uma comissão consultiva diversa, que toda a população se sinta representada.

O prefeito Tuta, ressaltou a importância da participação dos munícipes. “A visão popular vão compor as reuniões e a visão técnica será composta a partir do grupo de trabalho, que são pessoas especializadas em diversas áreas entre arquitetos, corretores, o pessoal da agricultura, os trabalhadores, o movimento de moradia.”.

A coordenadora do Plano Diretor, Tauly Tonatto, explicou que a prefeitura lançará um site atualizado conforme as atividades e encontros do grupo. A ferramenta ainda permitirá que o cidadão tenha acesso a documentos. “O site vai funcionar como um interlocutor digital entre o setor técnico da administração, o grupo técnico e a população. É a forma mais transparente possível, tanto de processo de construção do plano diretor, como também de participação. Será uma ferramenta de diálogo rápida entre a população, que pode não ter tempo de participar de todas as reuniões”, disse Tauly, adiantando que, em breve, outras ferramentas serão lançadas.